Grupo de estudos em tecnologias de informação e comunicação em educação médica: análise de uma experiência extracurricular

Autores

  • W. M. T. Nobrega Junior UniFOA – Centro Universitário de Volta Redonda
  • M. F. O. Guerra UniFOA – Centro Universitário de Volta Redonda
  • I. R. Paranhos UniFOA – Centro Universitário de Volta Redonda
  • R. T. Santos UniFOA – Centro Universitário de Volta Redonda
  • C. Y. Utagawa UniFOA – Centro Universitário de Volta Redonda

DOI:

https://doi.org/10.47385/cadunifoa.v6.n2%20Esp.2336

Palavras-chave:

educação médica, atividades científicas e tecnológicas, estudantes de medicina

Resumo

A formação médica é um processo complexo e se deve às interações de ensino-aprendizagem de conteúdos e habilidades adquiridas no decorrer do curso. As atividades extracurriculares apresentam-se com a finalidade de complementar a formação acadêmica, buscando aprimorar as competências dos domínios cognitivos, interpessoais, humanitários e científicos. A disseminação de conteúdo médico através dos avanços tecnológicos permite diferentes abordagens das temáticas estudadas, libertando os alunos da relação exclusiva professor/sala de aula. Para situar esse novo contexto foi criado o Grupo de Estudos em Tecnologia da Informação e Comunicação em Educação Médica (GETICMED) com a intenção de permitir o compartilhamento de experiências, o desenvolvimento de projetos de pesquisa e a reflexão sobre a compreensão de linguagem técnica abordando as novas tecnologias digitais, as novas formas de pensar e agir e as mudanças no acesso e no processamento de informações aplicados à área médica, adequando o grupo para lidar com o crescente uso da chamada Medicina 2.0. O GETICMED consolidou-se em abril de 2011, valendo-se de ponto de partida para a discussão e fundamentação teórica de projetos de iniciação científica, além de articular entre conteúdos e práticas como alunos e professores interagem e desenvolvem recursos colaborativos aplicáveis ao ensino médico. O grupo utiliza-se de reuniões semanais para discussão de um tema previamente selecionado, embasado em artigos científicos com subsequente discussão do assunto numa visão interdisciplinar, uma vez que profissionais de outras áreas do conhecimento são convidados a participar. Cinco projetos de iniciação científica foram propostos, sendo três deles já concluídos e cinco artigos científicos atualmente em fase de elaboração, além de outros trabalhos técnico-científicos, como, o desenvolvimento de materiais didáticos multimidiáticos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

08/17/2018

Como Citar

NOBREGA JUNIOR, W. M. T.; GUERRA, M. F. O.; PARANHOS, I. R.; SANTOS, R. T.; UTAGAWA, C. Y. Grupo de estudos em tecnologias de informação e comunicação em educação médica: análise de uma experiência extracurricular. Cadernos UniFOA, Volta Redonda, v. 6, n. 2 Esp, p. 89, 2018. DOI: 10.47385/cadunifoa.v6.n2 Esp.2336. Disponível em: https://revistas.unifoa.edu.br/cadernos/article/view/2336. Acesso em: 4 jul. 2022.