PERSPECTIVA DE ALUNOS DE ENSINO SUPERIOR ACERCA DE CÉLULAS TRONCOS EMBRIONÁRIAS

Autores

DOI:

https://doi.org/10.47385/praxis.v13.n25.2915

Palavras-chave:

conhecimento científico, bioética, educação, biotecnologia.

Resumo

O objetivo desse estudo foi investigar o conhecimento de estudantes de ensino superior no Brasil, acerca do tema sobre células-tronco, e a utilização de células-tronco embrionárias para fins terapêuticos, onde foi realizado um questionário de múltipla escolha por meio digital, apresentando respostas de caráter fechado. Esse estudo demonstrou que muitos acadêmicos são favoráveis a utilização de células-tronco embrionárias como alternativa terapêutica, mesmo não demonstrando conhecimento concreto e conciso a respeito do conceito científico de células-tronco embrionárias.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lundoi Tobias Lee, Universidade Federal de Lavras

Licenciada em Ciências Biológicas pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, Mestre em Tecnologia Ambiental pela Universidade Federal Fluminense, Doutora em Microbiologia Agrícola pela Universidade Federal de Lavras.

Luciana Cristina do Carmo Silva Carvalho, Universidade Federal Fluminense.

Licenciada em Ciências Biológicas pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, Mestre em Tecnologia Ambiental pela Universidade Federal Fluminense.

Sabrinna Aires Garcia, Universidade Federal Fluminense.

Graduanda em Engenharia de Agronegócio pela Universidade Federal Fluminense.

Referências

ARAGÃO, M.A.C.; BEZERRA, F.T.G. Brasil e as pesquisas com células-tronco: visão geral. Revista da Biologia, v. 9, n. 1, p. 12–15, 2012. Disponível em: <http://www.ib.usp.br/revista/node/132>.

ALISON, M.R.; POULSOM, R.; FORBES, S.; WRIGHT, N.A. An introduction to stem cells. The Journal of Pathology, v. 197, n. 4, p. 419–423, jul. 2002. Disponível em: <http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/12115858>. Acesso em: 16 fev. 2019.

BOCHI, F.; JUNIOR, R.F.G.; ALVES, T.M.; MOURA, A.M.M. de. Produção científica brasileira e patentes depositadas no Brasil em células-tronco. P2P E INOVAÇÃO, v. 5, n. 1, p. 26–42, 7 set. 2018. Disponível em: <http://revista.ibict.br/p2p/article/view/4373/3751>. Acesso em: 17 fev. 2019.

BONGSO, A.; RICHARDS, M. History and perspective of stem cell research. Best Practice and Research: Clinical Obstetrics and Gynaecology, v. 18, n. 6, p. 827–842, 2004.

FUJII, R.A.X.; CORAZZA, M.J.; GALUCH, M.T.B. O que conhecem os estudantes do ensino superior sobre células-tronco. In: VII ENPEC (ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO EM CIÊNCIA), 2009, Florianópolis/sc. Atas do VII ENPEC encontro nacional de pesquisa em ensino de ciências e E I CIEC Congreso Iberoamericano de Investigación em Enseñanza de Las Ciéncias, 2009.

OLIVEIRA, R.R.; SIQUEIRA, J.E.; MATSUO, T. Avaliação do conhecimento sobre células-tronco observado em estudantes de graduação dos cursos da área da saúde da Universidade Estadual de Londrina: o que os alunos sabem e como se posicionam sobre o tema. O Mundo da Saúde, v. 32, n. 1, p. 39-46, 2008.

POURQUIÉ, O. Human embryonic stem cells get organized. Nature, v. 558, n. 7708, p. 35–36, 2018. Disponível em: <http://www.nature.com/articles/d41586-018-05115-y>.

SLACK, J.M.W. What is a stem cell? Wiley Interdisciplinary Reviews: Developmental Biology, v. 7, n. 5, p. e323, 1 set. 2018. Disponível em: <http://doi.wiley.com/10.1002/wdev.323>. Acesso em: 17 fev. 2019.

Downloads

Publicado

2021-06-24

Edição

Seção

Artigos