A PEDAGOGIA HOSPITALAR COMO CAMPO DE FORMAÇÃO E ATUAÇÃO PROFISSIONAL

Maria Terezinha Bretas Vilarino, Edmarcius Carvalho Novaes, Ariádine Soares de Oliveira, Simone Monteiro Mendonça

Resumo


O artigo tem por intuito identificar a importância do atendimento pedagógico de crianças hospitalizadas e os impactos dessa atuação para a formação profissional de educadores pedagogos. Trata-se de uma revisão bibliográfica sobre a temática, relacionada às vivências no estágio curricular supervisionado obrigatório em educação não-escolar, realizado no Hospital Municipal de Governador Valadares ̸ MG, no segundo semestre do ano de 2015, por graduandas do Curso de Pedagogia da Universidade Vale do Rio Doce – UNIVALE. Conclui-se que é importante uma atuação pedagógica a fim de proporcionar a educação para crianças em períodos de internação nas pediatrias hospitalares enquanto direito assegurado por lei, bem como se faz necessário problematizar os avanços e desafios da formação profissional de pedagogos para a atuação na Pedagogia Hospitalar.


Palavras-chave


Capacitação de Professores; Educação Infantil; Educação de Pacientes como Assunto; Serviço Hospitalar de Educação.

Texto completo:

PDF

Referências


BATISTELLA, C. Abordagens contemporâneas do conceito de saúde. In: FONSECA, A. F.; CORBO, A. M. D. O território e o processo saúde-doença. Rio de Janeiro, EPSJV; FIOCRUZ, 2007. p.51-86

BRASIL. Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Vigilância Sanitária e Escola: parceiros na construção da cidadania/ Agência Nacional de Vigilância Sanitária. – Brasília: Anvisa, 2008.

BRASIL. Lei n° 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Poder Executivo, Brasília, DF, 20 dez. 1996.

BRASIL. Lei n°11.104, de 21 de março de 2005. Dispõe sobre a obrigatoriedade de instalação de brinquedotecas nas unidades de saúde que ofereçam atendimento pediátrico em regime de internação. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Poder Executivo, Brasília, DF, 21 mar. 2005.

BRASIL. Resolução n° 41, de 17 de outubro de 1995. Aprova em sua íntegra o texto oriundo da Sociedade Brasileira de Pediatria, relativo aos Direitos da Criança e do Adolescente hospitalizados. CONANDA - Conselho Nacional Dos Direitos Da Criança E Do Adolescente. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Poder Executivo, Brasília, DF, 17 out. 1995. Seção I, p.163/9-16320.

BRASIL. Resolução CNE/CEB nº 2, de 11 de setembro de 2001. Institui Diretrizes Nacionais para a Educação Especial na Educação Básica. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Poder Executivo, Brasília, DF, 11 set. 2001.

BRASIL. Ministério da Educação. Classe hospitalar e atendimento pedagógico domiciliar: estratégias e orientações. Secretaria de Educação Especial. – Brasília: MEC - SEESP, 2002.

CECCIM, R. B. Criança hospitalizada: a atenção integral como uma escuta à vida. In: CECCIM, R.B., CARVALHO, P. R. A. (Org.). Criança hospitalizada: atenção integral como escuta à vida. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 1997, p. 27-41.

LIBÂNEO, J. C. Pedagogia e pedagogos, para quê? 2.ed. São Paulo: Cortez, 1999.

MARANHAO, D. G. O cuidado com o elo entre saúde e educação. Cad. Pesqui. [online]. n.111, p.115-133, dez. 2000.

MATOS, E. L. M; MUGIATTI, M. M. T. F. Pedagogia Hospitalar: A humanização integrando educação e saúde. 7ª.ed. – Petropólis, RJ: Vozes, 2014

MOTA, M. C. et. al.. Brinquedoteca Hospitalar “Nosso Cantinho”. Relato de uma experiência de brincar. Belo Horizonte, MG: Editora UFMG; Pró-Reitoria de Extensão ̸ UFMG, 1ª.ed..atualizada, 2009, p.167-179.

SCLIAR, M. História do Conceito de Saúde. PHYSIS: Rev. Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, 17(1): 29-41, 2007.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Praxis

Campus Três Poços - Av. Paulo Erlei A. Abrantes, 1325 - Três Poços
Prédio 3 - Sala 2 (Casarão)
Volta Redonda - RJ - CEP: 27240-560
Tel.: (24) 3340-8400 – Ramal: 8350

Indexado em: