A origem e evolução dos seres vivos: estudo comparativo das representações sociais de estudantes do Ensino Médio de uma escola pública.

Paulo Roberto Porto, Eliane Morais Falcão

Resumo


A evolução dos seres vivos é considerado tema estruturador das Ciências  Biológicas , no entanto, as pesquisas têm demonstrado que há grandes desafios para sua compreensão pelos estudantes do Ensino Médio. Esse artigo apresenta um estudo comparativo entre  as representações sociais (MOSCOVI,2003) dos estudantes dos três anos do Ensino Médio de um colégio público do Estado do Rio de Janeiro sobre a origem e evolução dos seres vivos. As representações sociais foram identificadas através do Discurso do Sujeito Coletivo (Lefevre&Lefevre, 2003) e demonstraram que não há grande diferenças entre os discursos dos estudantes dos três diferentes anos, além disso, grande número  de estudantes, dos três anos,  expressa discurso religioso dando  destaque para a origem do ser humano. As  precárias condições de infraestrutura do colégio, associada a falta de uma proposta de ensino baseado em praticas científicas podem justificar os resultados obtidos.


Palavras-chave


Origem e evolução dos seres vivos, representações sociais, Ensino Médio, Práticas de Ensino.

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, A. Concepções de alunos do Ensino Médio sobre a origem das espécies. Ciência & Educação, v. 18, n. 1, 2012, p. 143-154. 2012.

BOUJAOUDE, S.; WILES, J. R.; ASGHAR, A.; ALTERS, B. Muslim Egyptian and Lebanese Students' Conceptions of Biological Evolution.Science & Education, v. 20, 2011, p.895-915.

BRANCH, G.; SCOTT, E.C. Peking, Piltdown and Palusay: creationist legends about paleoanthropology. Evolution: Education and Outreach. 6:27. 2013.

BRASIL. Diretrizes Curriculares Nacionais para o Ensino Médio. RESOLUÇÃO Nº 2, DE 30 DE JANEIRO 2012. Ministério da Educação (MEC), Câmara de Educação Básica (CEB), Brasília: MEC/CEB, 2002

_________Ministério da Educação Secretaria de Educação Fundamental (SEF). Parâmetros curriculares nacionais: Ciências Naturais. Brasília: MEC, SEF, 1998

_________MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. Orientações Complementares aos Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN+). Disponível em: www.portal. mec. gov.br. acessado em 15.02.2019

CERQUEIRA, A.V.; Costa, G.S. e E.B.M. Falcão (2007). Origem do ser humano: visões de dois grupos de estudantes do ensino médio. I n: VI ENPEC, 2007, Florianópolis.

DOBZHANSKY, T. H. Nothing in Biology sense except in the light of evolution. Amer.Biol.Teacher, 35:125-129.l973

FALCAO, E. B. M. ; Santos ,A.G.; RaggioR. . Conhecendo o mundo social dos estudantes: encontrando a ciência e a religião. REEC. Revista Electrónica de Enseñanza de lasCiencias, v. 7, p. 420-438, 2008.

FALCÃO, E.B.M.; Laicidade e Ensino de Ciências: Reflexões sobre o Estudo dos Fenômenos da Vida no Ensino Médio. In: Claudia Masini d'Avila-Levy; Luiz Antonio Cunha. (Org.). Embates do Em Torno do ESTADO LAICO. 1ed.São Paulo: SBPC, 2018, v. , p. 163-182

FUTUYMA DJ Evolution, scence and society: evolutionary Biology and the national research agenda. The State University of New Jersey, New Brunswick, NJ. 1999

GOULD, S.J. Pilares do tempo. Ciência e religião na plenitude da vida. Rio de Janeiro: Rocco, 2002

__________, The Structure of Evolutionary Theory. 2002.

LEFÈVRE, F. & LEFÈVRE A. M. C. O Discurso do Sujeito Coletivo: um novo enfoque em pesquisa qualitativa (desdobramentos). Caxias do Sul: EDUSC, 2003

MAYR, E. Biologia, ciência única. Companhia das Letras, São Paulo. 2007

MOSCOVICI, S. Representações sociais: investigações em psicologia social. Petrópolis: Vozes, 2003.

OLIVEIRA, G & BIZZO. Aceitação da evolução biológica: atitudes de estudantes do ensino médio de duas regiões brasileiras. Revista Brasileira de Pesquisa em Educação em Ciências Vol. 11 No 1. 2011.

PORTO, P.R.A. & FALCÃO, E. B. M.Teorias da origem e evolução da vida: dilemas e desafio no ensino médio. Revista Ensaio, v. 12, n. 3 p. 13-30. 2010.

SANTOS, M.D.S. e CALOR, A.R. Ensino de Biologia evolutiva utilizando a estrutura conceitual da Sistemática Filogenética – I. Ciência & Ensino, 1, 2, 2007 a e b.

SCHEID, N.M.J.; FERRARI, N. A história da ciência como aliada no ensino de genética. Genética na Escola, v.1, n.1, 2006, p.17-18.

SEPULVEDA, C.; EL-HANI, C.N. Quando visões de mundo se encontram: religião e ciência na trajetória de formação de alunos protestantes de uma licenciatura em Ciências Biológicas. Investigações em Ensino de Ciências. v. 9, n. 2. 2004.

TIDON, R. & LEWONTIN, R.C. Teaching evolutionary biology. Genetics and Molecular Biology, 27, 2004; p.1-8.

VIEIRA, V. Valença, C.R. , Falcão, E.B.M. . Representações Sociais de Origem da Vida: Formação Científica e Crenças Religiosas em Duas Instituições Federais de Ensino. In: VII EREBIO, 2015, NITEROI. Anais do VII EREBIO, 2016.

VIEIRA,V.; FALCAO,E.B.M. ; Evolucionary Theory: When religious beliefs are not Remembered. In: ESERA 11th Biannual Conference of the European Science Education Research Association (ESERA), 2015, Helsinki.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Praxis

Campus Três Poços - Av. Paulo Erlei A. Abrantes, 1325 - Três Poços
Prédio 3 - Sala 2 (Casarão)
Volta Redonda - RJ - CEP: 27240-560
Tel.: (24) 3340-8400 – Ramal: 8350

Indexado em: