A música “O mundo é um moinho” como estratégia pedagógica para o ensino do tema transversal orientação sexual na escola... proposta e algumas considerações.

Marcelo Diniz Monteiro de Barros, Priscilla Guimarães Zanella Diniz, Tania Cremonini de Araújo-Jorge

Resumo


A literatura científica informa que pessoas cegas têm melhor desempenho em tarefas de processamento tátil e auditivo. Diversos trabalhos já foram desenvolvidos no campo tátil para alunos cegos. Entretanto, são escassos os materiais desenvolvidos no campo auditivo. Procurou-se destacar o potencial pedagógico da música "O mundo é um moinho", composta por Cartola, como estratégia de ensino do tema transversal "Orientação Sexual" na escola. À luz dos referenciais teóricos dos humanistas Carl Rogers e Paulo Freire foi preparada uma atividade apresentando a alunos cegos a letra desta música em Língua Portuguesa e na linguagem Braille. O prazer da escuta e o bom envolvimento dos alunos no debate que se seguiu confirmaram dados que temos produzido quanto a pertinência do uso desta estratégia.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25119/praxis-8-15-657

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Praxis

Campus Três Poços - Av. Paulo Erlei A. Abrantes, 1325 - Três Poços
Prédio 3 - Sala 2 (Casarão)
Volta Redonda - RJ - CEP: 27240-560
Tel.: (24) 3340-8400 – Ramal: 8350

Indexado em: