PERCEPÇÕES DOS DISCENTES DAS GRADUAÇÕES EM FARMÁCIA SOBRE O ENSINO DE HOMEOPATIA

Anderson Domingues Corrêa, Valéria Vieira, Sidnei Quezada Meireles Leite, Flávia Pinto Corrêa

Resumo


O objetivo desta pesquisa foi analisar o perfil do aluno do curso de farmácia, seus conhecimentos e expectativas a respeito da homeopatia durante a graduação, para que se possa proceder à criação coletiva de uma nova estrutura curricular. O estudo foi realizado com 300 alunos do curso de graduação em Farmácia das Universidades Federais do Rio de Janeiro (UFF e UFRJ). Aplicou-se um questionário contendo 16 perguntas, para um grupo de alunos do ciclo básico e outro grupo do ciclo profissional. Assim, foi possível formular propostas que melhor atendessem aos anseios dos estudantes, para uma possível abordagem dos conteúdos de homeopatia na graduação. Observou-se que os graduandos demonstraram interesse em conhecer mais sobre homeopatia. Para isso, sugeriram que uma disciplina de homeopatia deveria ser obrigatória na graduação. Além disso, constatou-se que os estudantes com maior conhecimento sobre a homeopatia acreditam mais em sua eficácia e, consequentemente, demonstraram interesse por se tornarem farmacêuticos homeopatas, ou, possuírem habilitação em homeopatia.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25119/praxis-7-13-669

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Praxis

Campus Três Poços - Av. Paulo Erlei A. Abrantes, 1325 - Três Poços
Prédio 3 - Sala 2 (Casarão)
Volta Redonda - RJ - CEP: 27240-560
Tel.: (24) 3340-8400 – Ramal: 8350

Indexado em: