A alegria na escola e no ensino de deontologia farmacêutica

Lêda Glicério Mendonça, Lúcia Rodriguez de La Rocque, Francisco Romão Ferreira

Resumo


O artigo aborda os referenciais teóricos que podem fundamentar a escolha do uso de filmes de comédiahollywoodiana em aporte ao ensino de Deontologia Farmacêutica. Foram utilizados cinco filmes comosubsídio para um estudo de caso aplicado como avaliação final da disciplina. Um estudo exploratório e aobservação da aplicação da estratégia de ensino ao longo dos anos de 2012 e 2013 confirmam sua aplicabilidade.Acredita-se no uso do cinema no ensino pelo potencial midiático que este possui, por ser um veículoimportante de educação científica, e neste caso, na comédia, pelo poder de crítica social que a comicidadedas profissões possui e pela apropriação da Pedagogia da Alegria proposta por Snyders como caminho profícuopara formação humanística.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25119/praxis-7-14-755

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Praxis

Campus Três Poços - Av. Paulo Erlei A. Abrantes, 1325 - Três Poços
Prédio 3 - Sala 2 (Casarão)
Volta Redonda - RJ - CEP: 27240-560
Tel.: (24) 3340-8400 – Ramal: 8350

Indexado em: