Metodologia A3

prós e contras a partir da perspectiva de um estudo de caso

Autores

DOI:

https://doi.org/10.47385/cadunifoa.v17.n49.3921

Palavras-chave:

Metodologia A3, Melhoria Contínua, Vantagens, Desvantagens, Dificuldades

Resumo

O processo de melhoria contínua vem sendo aplicado desde os anos 50 em diversas organizações com o intuito de produzir produtos e serviços com maior qualidade e menor custo. Neste contexto, diferentes metodologias e ferramentas de qualidade foram criadas para sustentar este processo, dentre elas, destaca-se a Metodologia A3. Esta pesquisa traz uma análise da aplicação da Metodologia A3 em conjunto com outras ferramentas da qualidade em uma fábrica de papel visando a redução do custo médio da produção da tonelada de papel e, a partir desta aplicação, foram levantadas as vantagens, desvantagens e dificuldades percebidas com a sua adoção. Quanto a forma de abordagem do problema, foi utilizado uma pesquisa qualitativa-quantitativa e o procedimento técnico adotado foi a pesquisa-ação. O estudo resultou em um conjunto de ações corretivas que gerou uma economia de R$14,00 no custo médio da produção da tonelada de papel e no mapeamento dos principais benefícios e pontos a melhorar percebidos durante a aplicação da Metodologia A3.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ANDERSON, J. S.; MORGAN, J. N.; WILLIAMS, S. K. (2011). Using Toyota's A3 Thinking for Analyzing MBA Business Cases. Decision Sciences Journal of Innovative Education, 9(2), 275-285. https://doi.org/10.1111/j.1540-4609.2011.00308.x DOI: https://doi.org/10.1111/j.1540-4609.2011.00308.x

ARANTES, A. H. S.; GIACAGLIA, G. E. O. (2013). Melhoria de resultados de confiabilidade dos equipamentos, pela aplicação do Hoshin Kanrin, associado ao relatório A3. In: Congresso Nacional de Excelência em Gestão, 9., 2013, Niterói. Anais [...]. Niterói: CNEG, 1-22. Disponível em: http://www.inovarse.org/artigos-por-edicoes/IX-CNEG-2013/T13_0628_3463.pdf . Acesso em: 25 jan. 2022.

BARROS, D. L. (2016). Aplicação de um planejamento estratégico baseado em metodologia A3. 77f. TCC (Pós-Graduação) - Curso de MBA em Gestão Estratégica, Universidade Federal do Paraná, Curitiba. Disponível em: https://acervodigital.ufpr.br/handle/1884/49855 . Acesso em: 5 jan. 2022.

BORCHES, P.; BONNEMA, G. (2010). A3 architecture overviews: focusing architectural knowledge to support evolution of complex systems. In: XX Annual International INCOSE Symposium, Chicago. Disponível em: https://research.utwente.nl/files/6148534/Borches10a3.pdf . Acesso em: 18 jan. 2022. DOI: https://doi.org/10.1002/j.2334-5837.2010.tb01075.x

CAMPOS, C. R. (2018). Aplicação da metodologia A3 na implementação de sistemas de gestão integrado multisite. 24f. TCC (Graduação) - Curso de Especialização em Engenharia da Qualidade, Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Ponta Grossa. Disponível em: http://repositorio.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/23213 . Acesso em: 16 jan. 2022.

COBÊRO, C.; OLIVEIRA, M. C. F.; PATUDO, P. H. (2014). Implantação da ferramenta de qualidade 5S em uma fábrica de esquadrilhas de alumínio. Revista Científica da FAEX. Extrema, 6 (1), 1-30, jan. Disponível em: http://periodicos.faex.edu.br/index.php/e-Locucao/article/view/50/35 . Acesso em: 27 jan. 2022.

COSTA, J. B.; CASELLI, F. T. R. (2018). Proposta de solução de problemas para uma empresa de varejo baseada no modelo Toyota A3. Brazilian Journal of Development. Curitiba, 4 (7), 3598-3612. Disponível em: https://www.brazilianjournals.com/index.php/BRJD/article/view/367/316 . Acesso em: 11 jan. 2022.

FERRO, J. R. Processo de gerenciamento A3 (2009). Lean Institute Brasil. Disponível em: http://www.lean.org.br/comunidade/clipping/rev_lideranca.pdf . Acesso em: 15 jan. 2022.

GIL, A. C. (2017). Como elaborar projetos de pesquisa. 5. ed. São Paulo: Atlas.

GONZALEZ, R. V. D.; MARTINS, M. F. (2007). Melhoria contínua no ambiente ISO 9001:2000: estudo de caso em duas empresas do setor automobilístico. Production, São Paulo, 17 (3), 592-603, dec. https://doi.org/10.1590/S0103-65132007000300014 DOI: https://doi.org/10.1590/S0103-65132007000300014

LOYD, N.; HARRIS, G. A.; BLANCHARD, L. (2010). Integration of A3 thinking as an academic communication standard. In: Industrial Engineering Research Conference, Cancun, México. Disponível em: https://uahcmer.com/wp-content/uploads/2010/11/FINAL-Integration-of-A3-Thinking-as-an-Academic-Communication-Standard.pdf . Acesso em: 19 jan. 2022.

RIBEIRO, P. M. F. (2012). Aplicação da Metodologia A3 com instrumento de melhoria contínua em uma empresa da indústria de linha branca. 86f. TCC (Graduação) - Curso de Engenharia de Produção, Universidade de São Paulo, São Carlos. Disponível em: http://www.tcc.sc.usp.br/tce/disponiveis/18/180830/tce-06082012-100317/?&lang=br . Acesso em: 6 jan. 2022.

SAAD, N. M.; AL-ASHAAB, A.; SHEHAB, E.; MAKSIMOVIC, M. (2013a). A3 Thinking Approach to Support Problem Solving in Lean Product and Process Development. In: Stjepandić J., Rock G., Bil C. (eds) Concurrent Engineering Approaches for Sustainable Product Development in a Multi-Disciplinary Environment. Springer, London. https://doi.org/10.1007/978-1-4471-4426-7_74 DOI: https://doi.org/10.1007/978-1-4471-4426-7_74

SAAD, N. M.; AL-SHAAB, A.; MAKSIMOVIC, M.; ZHU, L.; SHEBAB, E.; EWERS, P.; KASSAM, A. (2013b). A3 thinking approach to support knowledge-driven design. The International Journal of Advanced Manufacturing Technology. 68, 1371–1386. https://doi.org/10.1007/s00170-013-4928-7 DOI: https://doi.org/10.1007/s00170-013-4928-7

SHOOK, J. (2008). Gerenciando para o aprendizado: usando um processo de gerenciamento A3 para resolver problemas promover alinhamento, orientar e liderar. 1. ed. São Paulo: Lean Institute Brasil.

SHOOK, J. (2009). Toyota’s Secret: The A3 Report. MIT Sloan Manegement Review. Disponível em: https://sloanreview.mit.edu/article/toyotas-secret-the-a3-report/ . Acesso em: 15 jan. 2022.

SOBEK II, D. K.; JIMMERSON, C. (2006). Relatório A3: ferramenta de melhorias de processos. Lean Institute Brasil. Disponível em: https://www.lean.org.br/comunidade/artigos/pdf/artigo_90.pdf . Acesso em: 17 jan. 2022.

SOBEK II, D. K.; SMALLEY, A. (2010). Entendendo o pensamento A3: um componente crítico do PDCA da Toyota. 1. ed. Porto Alegre: Bookman.

THIOLLENT, M. (2018). Metodologia da pesquisa-ação. 18. ed. São Paulo: Cortez.

TORTORELLA, G. L.; FRIES, C. E. (2015). Application of Focus Groups and Learning Cycles on the A3 Thinking Methodology: the Case of Increasing Machinery Capacity at a Steel Plant. In: Proceedings of the 2015 International Conference on Operations Excellence and Service Engineering. Disponível em: http://iieom.org/ICMOE2015/papers/210.pdf . Acesso em: 10 jan. 2022.

TRIVELLATO, A. A. (2010). Aplicação das sete ferramentas básicas da qualidade no ciclo PDCA para melhoria contínua: Estudo de caso numa empresa de autopeças. 71f. TCC (Graduação) - Curso de Engenharia de Produção, Universidade de São Paulo, São Carlos, 2010. Disponível em: http://www.tcc.sc.usp.br/tce/disponiveis/18/180830/tce-19012011-162523/publico/Trivellato_Arthur_Antunes.pdf Acesso em: 10 jan. 2022.

VERGARA, S. C. (2015). Métodos de Pesquisa em Administração. 6. ed. São Paulo: Atlas.

Downloads

Publicado

02-08-2022

Como Citar

PASCOAL, E. T.; HIROKO IAMAGUTI, B. .; VILELA BERNARDES, P. H. Metodologia A3: prós e contras a partir da perspectiva de um estudo de caso. Cadernos UniFOA, Volta Redonda, v. 17, n. 49, p. 49–60, 2022. DOI: 10.47385/cadunifoa.v17.n49.3921. Disponível em: https://revistas.unifoa.edu.br/cadernos/article/view/3921. Acesso em: 13 ago. 2022.

Edição

Seção

Tecnologia e Engenharias

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)