Biomonitoramento atmosférico do Campus Três Poços do UniFOA

P. S. Souza, A. Gomes

Resumo


O Biomonitoramento é uma técnica que vem sendo muito utilizada para determinar o índice de poluição atmosférica em muitos lugares do mundo. No Brasil tem sido bastante aplicada na Região Norte/ Nordeste utilizando-se os líquens como biomonitores ativos e passivos. Os líquens são muito sensíveis a pequenas variações de compostos como SOx, NOx, CO, CO2, ozônio e outros poluente provenientes de queimas de combustíveis fósseis e de chaminés industriais. O SOx é um dos poluentes mais prejudiciais ao meio ambiente e a saúde. A queima incompleta como a de automóveis libera compostos de enxofre que reagem com outros gases na atmosfera alterando a qualidade do ar e provocando doenças em longo prazo. O presente trabalho tem por objetivo apresentar o biomonitoramento como uma alternativa eficaz para o monitoramento de poluição atmosférica e estudar o nível de SOx que se estabelece em diferentes ocasiões no Campus Três Poços através do biomonitoramento por liquens da espécie Cryptothecia rubrocincta implantados no local.


Palavras-chave


biomonitoramento; Cryptothecia; líquen; poluição atmosférica

Texto completo:

Sem título

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Cadernos UniFOA



Cadernos UniFOA

Campus Três Poços - Av. Paulo Erlei A. Abrantes, 1325 - Três Poços
Prédio 3 - Sala 2 (Casarão)
Volta Redonda - RJ - CEP: 27240-560
Tel.: (24) 3340-8400 – Ramal: 8350

Indexado em:





  • Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.