Experiência aplicada em Escola Rural através da integração de conteúdos no ensino de química baseado em características locais

Autores

  • M. B. C. Silva CEAQ – Colégio Estadual Antonio Quirino, Resende, RJ
  • R. Ravaglia UniFOA – Centro Universitário de Volta Redonda

Palavras-chave:

ensino de química, escola rural, educação de jovens e adultos (EJA)

Resumo

A política educacional direcionada a educação de jovens e adultos (EJA) praticada no país, como modalidades nos níveis, fundamental e médio é caracterizada pela descontinuidade e por políticas públicas incapazes de abarcar o potencial da demanda existente. Conforme termos estabelecidos pela Constituição Federal de 1988. Os modelos de largo espectro, observados nas (re) orientações curriculares, são em algumas situações inadequados para satisfazer a realidade cotidiana encontrada na sala de aula. A tendência observada nas últimas décadas, em todos os níveis de ensino, foi analisar a realidade segmentada, sem desenvolver a compreensão dos múltiplos conhecimentos que se interpenetram e tecem novas matizes. Ao contrário de propostas renovadas de reforma curricular, onde há prevalência pela perspectiva interdisciplinar associada à contextualização dos conhecimentos, o cenário deste trabalho tem como local um colégio estadual, rural. A turma envolvida no trabalho é de 1° ano do ensino médio regular, noturno, em transição de modalidade para educação de jovens e adultos (EJA). Localizado na região sul do médio Paraíba a localidade tem como principais atrativos turísticos a exuberância da beleza natural, um viés gastronômico reconhecido nacionalmente; e uma zona rural, com pouca visibilidade. O trabalho proposto de forma, integrada às orientações curriculares, sugeridas ao 1° ano do ensino médio, foi: “Aplicação de conhecimentos básicos de química na prática do plantio agrícola”. O prazo de execução do trabalho é de dois bimestres. Os alunos foram divididos em grupos e plantaram espécies da época. As condições de plantio e as observações frequentes geram um relatório. De forma concomitante às especificidades do currículo formal, para os bimestres, estão sendo abordados assuntos correlatos, tais como: solo, água, adubação orgânica e tradicional, controle de pragas e doenças, nas espécies cultivadas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

14-08-2018

Como Citar

SILVA, M. B. C.; RAVAGLIA, R. Experiência aplicada em Escola Rural através da integração de conteúdos no ensino de química baseado em características locais. Cadernos UniFOA, Volta Redonda, v. 5, n. 1esp, p. 97, 2018. Disponível em: https://revistas.unifoa.edu.br/cadernos/article/view/2476. Acesso em: 24 mar. 2023.