Bullying na Educação Física Escolar: a visão de professores da Educação Básica

Autores

  • Cláudio Severino Delunardo Centro Universitário de Volta Redonda - UniFOA
  • Marroni Elen dos Santos Centro Universitário de Volta Redonda - UniFOA

DOI:

https://doi.org/10.47385/cadunifoa.v10.n29.367

Palavras-chave:

Bullying, educação física, escola.

Resumo

O presente estudo teve como objetivo compreender a comparência do fenômeno bullying nas aulas de Educação Física Escolar, a partir da visão dos professores que atuam em escolas no município de Volta Redonda, estado do Rio de Janeiro. Para tal, realizou-se uma pesquisa qualitativa tendo como foco a descrição e interpretação dos significados e experiências dos indivíduos com precisão, por intermédio de entrevista semiestruturada com sete docentes. A partir da exposição feita pelos sujeitos da pesquisa, percebeu-se a eficácia do diálogo com o intuito de prevenir e combater as mais diversas formas de violência, para que o ambiente escolar possa ser um local que possibilite à criança aprender a socializar-se, desenvolver responsabilidades, discutir ideias e, acima de tudo, assumir uma autonomia que permita com que o processo de ensino e aprendizagem ocorra de maneira satisfatória para todos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cláudio Severino Delunardo, Centro Universitário de Volta Redonda - UniFOA

Mestre em Ciências da Saúde e do Meio Ambiente.

Docente do Curso de Educação Física do Centro Universitário de Volta Redonda - UniFOA

Marroni Elen dos Santos, Centro Universitário de Volta Redonda - UniFOA

Discente do Curso de Educação Física - Licenciatura do Centro Universitário de Volta Redonda - UniFOA

Referências

AGEE, Jane. Developing qualitative research questions: a reflective process. International Journal of Qualitative Studies, v. 22, n. 4, p. 431-447, 2009.Disponívelem:<http://dx.doi.org/10.1080/09518390902736512>. Acesso em: 6 Set. 2014.

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2011.

BOMFIM, Daiane. Lopes. et al. Ocorrência de bullying nas aulas de educação física em uma escola do Distrito Federal. Pensar a Prática, Goiânia, v. 15, n. 2, p. 302-317, abr/jun., 2012. Disponível em: <http://www.revistas.ufg.br/index.php/fef/article/view/12520/11202>. Acesso em: 20 Out. 2014.

BORREANI, Claudia. et al. An increasing number of qualitative research papers in oncology and palliative care: does it mean a thorough development of the methodology of research?. Health and Quality of Life Outcomes, v. 2, n. 7, p. 431-447, 2004.Disponível em: <http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/14741052>. Acesso em: 20 Out. 2014.

BOYLE, Spencer Earl et al. Physical activity among adolescents and barriers to delivering physical education in Cornwall and Lancashire, UK: a qualitative study of heads of PE and heads of schools. BMC Public Health, v. 8, n. 273, 2008. Disponível em :<http://www.biomedcentral.com/1471-2458/8/273>. Acesso em: 8 Set. 2014.

BOZI, Luiz Henrique Marchesi et al. Educação física escolar: principais formas de preconceito. Revista Digital, Buenos Aires, v. 12, n. 117, fev. 2008. Disponível em: <http://www.efdeportes.com/efd117/educacao-fisica-escolar-principais-formas-de-preconceito.htm>. Acesso em: 18 Fev. 2015.

CARVALHO, João Eloir. Os benefícios das atividades lúdicas para a prevenção do “bullying” no contexto escolar. Tese de Doutorado em Estudos da Criança - Instituto da Educação da Universidade do Minho. Braga, Gualtar. 2012. Disponível em: <http://hdl.handle.net/1822/23562 > Acesso: 12 Março 2015.

CARVALHO, Alba Ataciane de Lima; SILVA, Maria Luciene. O bullying e a gestão democrática de escolas públicas: algumas reflexões. Olhares Plurais, Maceió, v. 1, n. 4, p. 81-98, 2011. Disponível em: <http://revista.seune.edu.br/index.php/op/article/view/38>. Acesso: 18Fev. 2015.

COSTA, Thécia Pontes et al. A função do educador físico no enfrentamento do fenômeno bullying no âmbito escolar. Perspectivas online, Campos dos Goytacazes, v. 4, n. 2, p. 28-40, 2012.Disponível em: <http://www.seer.perspectivasonline.com.br/index.php/biologicas_e_saude/article/view/237/143>. Acesso: 12Março 2015.

FANTE, Cleo. Fenômeno bullying: como prevenir a violência nas escolas e educar para a paz. 2. ed.Campinas: Verus, 2005.

LEITE, Cleber Henrique de Almeida. Bullying e atividade física: perspectivas da psicologia do esporte. 2011. 39 f. Trabalho de Conclusão de Curso - Universidade Estadual Paulista, Instituto de Biociências de Rio Claro, UNESP, Rio Claro, 2011.Disponível em: <http://acervodigital.unesp.br/handle/unesp/164626?locale=pt_BR>. Acesso: 18 Fev. 2015.

LEVANDOSKI, Gustavo; CARDOSO, Fernando Luiz. Percepção docente sobre as relações de agressividade, o lúdico e o "bullying" na escola. Pensar a Prática, Goiânia, v. 13, n. 2, p. 1-13, maio/ago., 2010. Disponível em: <http://www.revistas.ufg.br/index.php/fef/article/view/8517>. Acesso: 18 Fev. 2015.

LOPES NETO, Aramis Antônio. Bullying: saber identificar e como prevenir. São Paulo: Brasiliense, 2011.

______. Bullying – comportamento agressivo entre os estudantes. Jornal de Pediatria - Vol. 81, nº5(Supl.), 2005.

MASCARENHAS, Suely. Gestão do “bullying” e da indisciplina e qualidade do bem-estar psicossocial de docentes e discentes do Brasil (Rondônia). Psicologia, Saúde e Doenças, 2006. Disponível em: <http://www.scielo.oces.mctes.pt/pdf/psd/v7n1na08.pd

f>. Acesso em: 04 mar. 2015.

MARCHESI, Álvaro. O que será de nós, os maus alunos? Porto Alegre: Ed Artmed, 2006.

MEDEIROS, Pâmella et al. “Bullying” e a relação entre atividade física e motora: uma revisão sistemática. Cinergis, v. 15, n. 3, jul/set., 2014. Disponível em <http://online.unisc.br/seer/index.php/cinergis>. Acesso em: 25 fev. 2015.

MELO,Josevaldo Araújo. Bullying na escola.São Paulo: Edupe, 2010.

MINAYO, Maria Cecília de Souza. O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. 12. ed. São Paulo: Hucitec, 2010.

MOREIRA, Dirceu. Transtorno do assédio moral bullying: a violência silenciosa. São Paulo: Brasiliense, 2011.

MOURA, Everlaine Santiago de. O bullying na escola: o olhar dos professores. 2011. 73 f. Trabalho de Conclusão de Curso. Universidade de Brasília, Faculdade de Educação, UnB, Brasília, 2011.

OLIVEIRA, Rogério Cruz de; DAÓLIO, Jocimar. Educação física, cultura e escola: da diferença como desigualdade à alteridade como possibilidade. Movimento, Porto Alegre, v. 16, n. 1, p. 149-167, jan./março, 2010. Disponível em: <http://seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/8279>. Acesso em: 25 fev. 2015.

PEREIRA, Beatriz Oliveira; CARVALHO, Graça Simões. Jogos e brinquedos nos recreios das escolas. Atividade física, saúde e lazer. Modelos de análise e intervenção. Lisboa: Lidel - Edições técnicas, 2007.

PEREIRA, Patrícia José. Obullying nas aulas de Educação Física e o papel do Professor de Educação Física. Trabalho de Conclusão de Curso - Programa UAB da UniversidadedeBrasília – EDF 12 – Buritis/MG. 2014.

PINHEIRO, Paulo Sérgio. World report on violence against children.New York: United Nations.2006.

REVISTA EF. Combate ao bullying nas escolas. Entrevistada Tânia Carvalho Netto. Entrevista concedida ao CONFEF – Confederação Nacional de Educação Física, 2010. Disponível em: <http://www.confef.org.br/extra/revistaef/arquivos/2010/N38_DEZEM

BRO/11_COMBATE_AO_BULLYING_NAS_ESCOLAS.pdf> Acesso em 13 mar. 2015.

SILVA, Ana Beatriz Barbosa. Bullying: mentes perigosas nas escolas. Rio de Janeiro: Objetiva, 2010.

SILVA, Júnior Vagner Pereira da et al. Educação física e conteúdos trabalhados nas séries iniciais do ensino fundamental. Motriz, Rio Claro, v. 15, n. 3, p. 592-599, jul/set., 2009. Disponível em: <http://www.periodicos.rc.biblioteca.unesp.br/index.php/motriz/article/view/2945/2476>. Acesso em: 25 fev. 2015.

SILVA, José Edmilson da; SILVA, Carlos Alberto Figueiredo da.Educação física, folclore e religião: relações e interferências. Revista da Educação Física/UEM, Maringá, v. 20, n. 4, p. 555-567, 4. trim., 2009. Disponível em: <http://www.periodicos.uem.br/ojs/index.php/RevEducFis/article/view/6323>. Acesso em: 25 fev. 2015.

SOUZA JUNIOR, Marcílio Barbosa Mendonça et al. A análise de conteúdo como forma de tratamento dos dados numa pesquisa qualitativa em educação física escolar. Revista Movimento, Porto Alegre, v. 16, n. 3, p. 31-49, jul/set. 2010. Disponível em: <http://seer.ufrgs.br/Movimento/article/view/11546>. Acesso em: 06 Set. 2014.

TEIXEIRA, Gustavo. Manual anti bullying: para alunos, pais e professores. Rio de Janeiro: Best Seller, 2011.

THOMAS, Jerry. R., NELSON, Jack. K.; SILVERMAN, Stephen.J. Métodos de pesquisa em atividade física. 6. ed. Porto Alegre: Artmed, 2012.

Downloads

Publicado

10-12-2015

Como Citar

DELUNARDO, Cláudio Severino; DOS SANTOS, Marroni Elen. Bullying na Educação Física Escolar: a visão de professores da Educação Básica. Cadernos UniFOA, Volta Redonda, v. 10, n. 29, p. 115–128, 2015. DOI: 10.47385/cadunifoa.v10.n29.367. Disponível em: https://revistas.unifoa.edu.br/cadernos/article/view/367. Acesso em: 13 jul. 2024.

Edição

Seção

Ciências Biológicas e da Saúde

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.