As fazendas na formação da paisagem cultural piauiense

Autores

  • Neuza Brito de Arêa Leão Melo Univates. Centro Universitário Santo Agostinho - UNIFSA Facid | Wyden, Centro de Ensino Unificado do Piauí - CEUPI
  • Neli Galarce Machado Univates

DOI:

https://doi.org/10.47385/cadunifoa.v0.n0.3731

Palavras-chave:

Fazendas. Meio ambiente. Arquitetura. História. Paisagem Cultural.

Resumo

O objetivo do artigo é discutir sobre os conceitos e referências norteadoras sobre a paisagem cultural, em especial a do Piauí, formada por núcleos rurais como as fazendas, de arquitetura peculiar, em consonância com os aspectos sociais, políticos, econômicos e culturais que a constituíram, a fim de contribuir para o entendimento, desenvolvimento, uso e valorização do ambiente rural na produção da paisagem cultural. Espera-se com este estudo contribuir para a produção de conhecimento; oferecer contributos para avaliação dessas políticas públicas, rurais e urbanas, setoriais e específicas, que resultam na preservação do patrimônio cultural edificado do ambiente rural, espaço dessa pesquisa. Esse estudo tem perfil exploratório e entende-se a pesquisa aqui defendida como aplicada, pois dedica-se à produção de conhecimento, em busca de ações para o melhor usufruto do meio ambiente.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Neuza Brito de Arêa Leão Melo, Univates. Centro Universitário Santo Agostinho - UNIFSA Facid | Wyden, Centro de Ensino Unificado do Piauí - CEUPI

Doutoranda do PPGAD

Professora Universitária

Neli Galarce Machado, Univates

Docente do Programa de Pós-graduação em Ambiente e Desenvolvimento da Unviersidade do Vale do Taquari/RS.

 

Referências

ALVES, Vicente Eudes Lemos. As bases históricas da formação territorial piauiense. Geosul, Florianópolis, v.18, n.36, p.55-76, jul./dez. 2003. Disponível em: < http://www.periodicos.ufsc.br/index.php/geosul/article/viewFile/13577/12450>. Acesso em: 18 abr. 2019.

BICCA, Briane Elizabeth Panitz Bicca; BICCA, Paulo Renato Silveira. Arquitetura na Formação do Brasil. Brasília: UNESCO, Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, 2008.

CASTRIOTA, Leonardo Barci. Patrimônio cultural: conceitos, políticas, instrumentos. São Paulo: Annablume. Belo Horizonte: IEDS, 2009.

CASTRIOTA, Leonardo Barci. Patrimônio Cultural: valores e sociedade civil. In: ARAÚJO, Guilherme Maciel; ASKAR, Jorge, Abdo; MIRANDA, Marcos Paulo de Sousa. Mestres e Conselheiros: Manual de atuação dos agentes do Patrimônio Cultural. Belo Horizonte: IEDS, 2009.

CARDOSO, Luciene Brito; MELO, Neuza Brito de Arêa Leão. Educação Patrimonial em Teresina-PI: conhecer para valorizar. Arquimemória, 2013.

CHOAY, Françoise. A alegoria do patrimônio. Lisboa: 70, 2006.

CHOAY, Francoise. O urbanismo: utopias e realidades, uma antologia. São Paulo: Perspectiva, 2007.

COLIN, Silvio. Uma introdução à arquitetura. Rio de Janeiro: UAPÊ, 2000.

FARRELY, Lorraine. Fundamentos da Arquitetura. Porto Alegre: Bookman, 2014.

FONSECA, Maria Cecília. O patrimônio em processo: trajetória da política federal de preservação no Brasil. 3ª. ed. rev.ampl. Rio de Janeiro: Editora UFRJ, 2009.

JESUS, Alysson Luiz Freitas de. O Sertão e sua Historicidade: Versões e Representações Para o Cotidiano Sertanejo – Séculos XVIII e XIX. In: História e Perspectivas. Uberlândia (35): 247-265, Jul.Dez.2006.

LE GOFF, Jacques. História e memória. 4. ed. Campinas: Unicamp, 1996.

MILET, Vera. A teimosia das Pedras: um estudo sobre a preservação do patrimônio ambiental no Brasil. Olinda: Prefeitura de Olinda, 1988.

PEREIRA, Renata Baesso. Tipologia arquitetônica e morfologia urbana. Uma abordagem histórica de conceitos e métodos. Arquitextos, São Paulo, ano 13, n. 146.04, Vitruvius, jul. 2012 <https://vitruvius.com.br/revistas/read/arquitextos/13.146/4421.Acesso>. Acesso em 10.02.2020.

PESAVENTO, Sandra. História & história cultural. 2. ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2004.

PESAVENTO, Sandra. Memória, história e cidade: lugares no tempo, momento no espaço. Uberlândia-MG, v.4, n.4, p.23-35, junho/2002.

RIBEIRO, Marcelo Alves. Sítio arqueológico Fazenda Água Verde- PI. 2013. Dissertação (Mestrado) – São Raimundo Nonato-PI.

RIBEIRO, Rafael Winter. Paisagem Cultural e Patrimônio. Rio de Janeiro: IPHAN/COPEDOC, 2007.

ROSSI, Aldo. A arquitetura da cidade. 2. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2001.

ROTH, Leland M. Entender a arquitetura: seus elementos, história e significado. São Paulo: Gustavo Gili, 2017.

RUBINO, Silvana. O Mapa do Brasil Passado. In: ARANTES, Antonio Augusto (Org.). Revista do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional. Iphan, Ministério da Cultura, v. 24 – Cultura e Cidadania, 1996, p. 153-163.

SILVA FILHO, Olavo Pereira da. Carnaúba, pedra e barro na Capitania de São José do Piauí. Belo Horizonte: Ed. do Autor, 2007.

STROETER, João Rodolfo. Arquiteturas e teorias. São Paulo: Nobel, 1986.

TUAN, Yi-Fu. Espaço e lugar: a perspectiva da experiência. São Paulo: DIFEL, 1983.

VILLASCHI, Juca. Cadernos de Ofício. Ouro Preto: FAOP, 2008.

WEIMER, Günter. Arquitetura popular brasileira. São Paulo: Martins Fontes, 2005.

Downloads

Publicado

2021-09-06

Edição

Seção

Ciências Sociais Aplicadas e Humanas