Avaliação da Cobertura Vacinal em crianças de 2 meses a 5 anos na Estratégia Saúde da Família.

Autores

  • Samara Guerra Carneiro UniFOA
  • Tiago Turci Ribeiro unifoa
  • João Francesco strapasson unifoa
  • Márcia Dorcelina Trindade Cardoso unifoa

DOI:

https://doi.org/10.47385/cadunifoa.v8.n22.118

Palavras-chave:

Cobertura Vacinal, Fatores de Risco, Atenção primária à saúde.

Resumo

A vacinação é uma ação rotineira dos serviços de saúde e tem como objetivo erradicar doenças imunopreveníveis. O objetivo desse estudo foi avaliar a cobertura vacinal em crianças de 2 meses a 5 anos em quatro Unidades da Saúde da Família em Volta Redonda – RJ. Estudo transversal e descritivo, utilizando o método de amostragem por conveniência com os lactentes e pré-escolares que compareceram às unidades de saúde no período de 30 de julho a 30 de agosto de 2012.  O critério de inclusão foi a idade entre dois meses a cinco anos e o de exclusão foi a ausência do Cartão de Vacinação no momento da entrevista. Para cada criança avaliada foi aplicado um questionário à mãe.11% das crianças estavam em atraso com a vacinação.  Sobre a idade materna, constatou-se que a maioria das mães das crianças com cartões atrasados encontravam-se na faixa etária entre 26 e 30 anos. Quanto à escolaridade materna, 64% das mães das crianças com cartões atrasados estudaram entre 4 e 7 anos. Em relação à renda familiar, 91% das mães de crianças com cartões atrasados informaram renda entre 1 a 2 salários. Observando-se a faixa etária das crianças com os cartões atrasados, notou-se que o maior número de atrasos ocorreu em menores de um ano. Para obtermos maior êxito na cobertura vacinal, cabe aos profissionais de saúde participar mais ativamente na busca de crianças em falta com a vacinação, através da revisão sistemática dos cartões, de palestras ministradas à população e de uma maior efetividade nas visitas domiciliares.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Samara Guerra Carneiro, UniFOA

Tiago Turci Ribeiro, unifoa

Referências

BECKER, R. A.; LECHTIG, A. Vacinação. In: SILVA, R. M. R.; coordenador. Perfil estatístico de crianças e mães no Brasil: situação de saúde 1981. IBGE, Rio de Janeeiro, 1984.

BEMFAM (Brasil). Pesquisa nacional sobre demografia e saúde 1996. Rio de Janeiro: Bemfam; 1997.

CONEXÃO TOCANTINS (Tocantins). Crianças menores de 5 anos devem atualizar caderneta de vacinas neste sábado. Disponível em: http://conexaoto.com.br/2012/08/17/criancas-menores-de-5-anos-devem-atualizar-caderneta-de-vacinas-neste-sabado. Acesso em 14 ago.2012.

CUTTS, F.; SOARES, A.; JECQUE, A. V.; CLIFF, J.; KORTBEEK, S.; COLOMBO, S. The use of evaluation to improve the Expanded Programme on Immunization in Mozambique. Bull World Health Organ, Switzerland, v. 68, P. 199-208, 1990.

GATTI, M. A. N.; OLIVEIRA, L. R. Crianças faltosas à vacinação, condições de vida da família e concepção sobre vacina: um inquérito domiciliar. Salusvita, Bauru, v.24, p. 427-436, 2005.

GUIMARÃES, T. M. R.; ALVES, J. G. B.; TAVARES, M. M. F. Impacto das ações de imunização pelo Programa Saúde da Família na mortalidade infantil por doenças evitáveis em Olinda, Pernambuco, Brasil. Cad. Saúde Publica, Rio de janeiro v. 24(4), p. 868-76, 2009.

HENDERSON, R. H.; KEJA, J.; HAYDEN, G.; GALAKZA, A.; CLEMENTS, J.; CHAN, C. Immunizing the children of the world: progress and prospects. Bull World Health Organ, Switzerland, v. 66, p. 535-43, 1988.

LUHM, K. R.; CARDOSO, M. R. A.; WALDMAM, E. A. Cobertura vacinal em menores de dois anos a partir de registro informatizado de imunização em Curitiba, PR. Rev. Saúde Pública, São Paulo, v. 45(1), 2011.

MINISTÉRIO DA SAÚDE (Brasil). Brasil: Ministro lança campanha para atualizar caderneta de vacinação. Disponível em: http://portalsaude.saude.gov.br/portalsaude/noticia/6633/162/ministro-lanca-campanha-para-atualizar-caderneta-de-vacinacao.htm. Acesso em 13 ago.2012.

MINISTÉRIO DA SAÚDE (Brasil). Dois séculos de vacina no Brasil. Brasil: Revista da Vacina. Disponível em: <http://www.ccs.saude.gov.br/revolta/ltempo.html>. Acesso em 29 ago.2012.

MINISTÉRIO DA SAÚDE (Brasil). Portal da saúde SUS. Calendário de vacinação atende a todas as idades. Disponível em: http://portalsaude.saude.gov.br/portalsaude/noticia/3591/162/calendario-de-vacinacao-atende-a-todas-as-idades.html. Acesso em 13 ago.2012.

MINISTÉRIO DA SAÚDE (Brasil). Portal da saúde SUS. Vacinação. Brasil: Ministério da saúde; [Citado em: 22 agosto 2012]. Disponível em: http://portal.saude.gov.br/portal/saude/visualizar_texto.cfm?idtxt=29489. Acesso em 22 ago. 2012.

MINISTÉRIO DA SAÚDE (Brasil). Programa Nacional de Imunizações 30 anos. Brasília: Ministério da Saúde; 2003.

O SUL DE MINAS (Minas Gerais). Ministério da saúde inclui novas vacinas no calendário infantil. Disponível em: http://www.osuldeminas.com/osuldeminas/Pagina.do;jsessionid=e7oncjzazcs9?idSecao=29&idNoticia=8080. Acesso em 12 ago.2012

RAHMAN, M. M.; ISLAM, M. A.; MAHANABIS, D. Mother’s knowledge about vaccine preventable diseases and immunization coverage of a population with high rate ofilliteracy. J Trop Pediatr., v.41, p. 376-81, 1995.

SILVA, A. A. M.; UILHO, A. G.; TONIAL, S. R.; SILVA, R. A. Cobertura vacinal e fatores de risco à não-vacinação em localidade urbana do Nordeste brasileiro, 1994. Revista Sáude Pública, São Paulo, v. 33(2), p. 147-56, 1998.

SZWARCWALD, C. L.; VALENTE, J. G. Avaliação da cobertura de vacinação em Teresina - Piauí (Brasil - 1983). Cad. Saúde Pública, Rio de Janeiro, v.1, p. 41-49, 1985.

TERTULIANO, G. C.; STEIN, A. T. Atraso vacinal e seus determinantes: um estudo em localidade atendida pela Estratégia Saúde da Família. Ciência & Saúde Coletiva, Manguinhos, v. 16(2), p. 523-530, 2011.

Downloads

Publicado

10-08-2013

Como Citar

CARNEIRO, S. G.; RIBEIRO, T. T.; STRAPASSON, J. F.; CARDOSO, M. D. T. Avaliação da Cobertura Vacinal em crianças de 2 meses a 5 anos na Estratégia Saúde da Família. Cadernos UniFOA, Volta Redonda, v. 8, n. 22, p. 63–72, 2013. DOI: 10.47385/cadunifoa.v8.n22.118. Disponível em: https://revistas.unifoa.edu.br/cadernos/article/view/118. Acesso em: 13 ago. 2022.

Edição

Seção

Ciências Biológicas e da Saúde

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)